Saúde Bucal
Doenças Bucais
Tira-Dúvidas
Prevenção
Especialidades
Dicas e Curiosidades
Campanha de Prevenção
Cadastro
Contato
  
Como previnir os problemas bucais?

A Prevenção dos problemas bucais começa na alimentação. Dê preferência às frutas, fibras e verduras; evite os alimentos ácidos e açucarados, refrigerantes e alimentos pastosos. Mastigue demoradamente ,distribuindo a mastigação para toda a boca , desta forma dará maior vigor aos dentes na arcada óssea e propiciará uma boa digestão.

Não use os dentes para fins mecânicos, tais como: partir linhas, abrir garrafas, quebrar alimentos de casca dura .

Use diariamente o fio dental, sugerimos fazê-lo antes da escovação para que ele complemente-a ; removendo resíduos maiores retidos entre os dentes.

A escovação dos dentes deve ser feita após cada refeição, antes de dormir e ao acordar. Dedique de 5 a 10 minutos de higienização na frente do espelho.

1) Enrole 45 cm de fio dental em volta do dedo médio de cada mão.

2) Deslize o fio dental no espaço entre os dentes, suavemente, em direção
    à gengiva.

3) Curve o fio sobre a superfície de cada dente e movimente-o verticalmente,
    para remover a placa.
A escovação dos dentes deve ser feita após cada refeição antes de dormir e ao acordar.

1) Use sempre creme dental com flúor.

2) Em frente ao espelho, posicione a escova num ângulo de 45º na junção
   do dente com a gengiva.

3) Faça movimentos rotatórios, vibrando a escova suavemente, por grupo de
    2 dentes.

4) Deslize a escova no sentido da gengiva para a área de mastigação.

5) Faça movimentos de vai-e-vem na área de mastigação.

6) Escove suavemente o dorso da língua no final da escovação.

7) Faça um bochecho com uma solução anti-séptica para completar a
    higiêne bucal.

Por que é importante consultar o dentista a cada 6 meses ?

É muito importante consultar regularmente o dentista, para que ele possa avaliar a saúde bucal e orientar sobre os procedimentos corretos.

O dentista faz uma análise da boca, detectando desde o início, cáries ou problemas gengivais e dando sequência ao tratamento curativo.

É também recomendada a realização de limpeza periódica, pois mesmo com todos os hábitos de higiene bucal, poderá haver a formação de tártaro, que só o dentista consegue remover.

Prevenção na Gestação

A melhor maneira de conservar a Saúde Bucal é tomando medidas preventivas e estas devem ter início na GESTAÇÃO; a visita regular ao cirurgião- dentista durante a gravidez é tão importante quanto o pré-natal.

Grávida pode e deve ir dentista. Ter dentes e gengiva saudáveis é mais uma prova de amor que ela pode dar ao filho, zelando por sua saúde e bem estar. Atualmente, o tratamento dentário durante a gestação não oferece risco para o feto. Com o aval do obstetra, vários medicamentos e anestésicos são bem seguros, não trazendo prejuízo para a mãe e filho. Até mesmo as radiografias, se forem imprescindíveis , podem ser feitas, desde que com uso de avental de chumbo.

Outro ponto importante é a alimentação. A formação dos dentes do bebê começa a partir da sexta semana de concepção, devendo a gestante passar a consumir uma dieta rica em cálcio e fósforo. Com relação ao açúcar, se ingerido, em excesso, pela gestante pode prejudicar a dentição da criança. O uso constante deste produto pode até “viciar” o paladar, que começa a se desenvolver a partir do quarto mês de gravidez. Ou seja, quem consome muito açúcar está fazendo mal para o próprio filho.

Prevenção na Infância

A área odontológica de maior relação com a Prevenção é a Odontopediatria. Na infância pode-se detectar anomalias que , se tratadas neste período, podem ser atenuadas ou até mesmo eliminadas, evitando assim, seu desenvolvimento e a instalação na fase adulta.

É fundamental que os pais estejam preparados e conscientes da importância e valorização da sua Saúde Bucal e principalmente de seus filhos, fazendo da visita ao cirurgião-dentista e/ou Odontopediatra uma rotina em suas vidas. Desta forma ,receberão orientação com relação a técnica correta de higienização , uso diário do fio-dental, acompanhamento da troca da primeira para a segunda dentição, posição correta dos dentes permanentes, dieta saudável, uso do flúor, aplicação de selantes e muitas outras informações preventivas para se PROMOVER SAÚDE BUCAL.

Você sabe por que devemos cuidar dos dentes de leite/decíduos?

1- Eles servem de guia para os dentes permanentes nascerem na posição
    correta

2- Mantém o espaço para os dentes permanentes

3- Estimulam o crescimento em altura do osso que sustenta os dentes

4- São úteis no corte e correta mastigação, auxiliando a digestão dos
    alimentos

5- Para a articulação das palavras

6- Para evitar problemas ortodônticos
Dentista Virtual é um serviço Uniodonto® Campinas